IMG_0939.JPG
IMG_0941.JPG
136x136 (1).png
IMG_0904.JPG
IMAGEM FACEBOOK_INSTAGRAM – 800(L) X 800

Release

Vem aí a deliciosa comédia ‘Cuidado!

"Seu príncipe pode ser uma Cinderela"

Baseada no livro homônimo de sucesso das autoras Ticiana Azevedo e Consuelo Dieguez, a peça estreia temporada presencial no dia 6 de março no Teatro West Plaza, em São Paulo, com direção de Rogério Fabiano

 

Muitas mulheres sonham encontrar o seu grande amor e encontram! Mas e se, depois de sete anos ao lado da pessoa, você descobre que o homem incrível com quem você se casou e construiu uma vida, na verdade, é gay? Pois você achou que isso não poderia acontecer, mas aconteceu: o maridão estava no “armário”. O tema, bem comum por aí, é tratado de forma leve e humorada na comédia “Cuidado! Seu Príncipe pode ser uma Cinderela”, que estreia 6 de março nos palcos do Teatro West Plaza, em São Paulo. Baseado no livro homônimo de Ticiana Azevedo e Consuelo Dieguez, que foi sucesso de vendas em seu lançamento, promete divertir os espectadores em sua temporada presencial até 25 de abril, sempre aos sábados, às 19h, e aos domingos, às 18h, adotando todas as normas de segurança em virtude da pandemia do coronavírus. Sob a direção de Rogério Fabiano, os atores Paula Zaneti e Rodrigo Banks interpretam todos os personagens da história. “Essa é uma comédia moderna e ágil. Discute um tema sempre atual e as suas vertentes. Eu concebi um mosaico de personagens leves e divertidos, quebrando a ‘quarta parede’ e aproximando o público da nossa encenação”, diz o diretor, com mais de 40 anos de carreira, com trabalhos na TV e no teatro.

A peça, retratada como um guia prático para identificar um gay no armário, conta a história de Sofia, uma executiva que descobre, após sete anos de casamento, que seu marido é gay. Sofia sofreu na pele o que muitas mulheres enfrentam: uma paixão impossível por um homossexual enrustido. Ela tem a ajuda do psiquiatra Werner, que é hétero; da empregada Catilaine – que agora está na dúvida se o noivo, Máicon, é ou não gay; e do radialista Pablo, assumido e bem resolvido, que criou um guia prático com cinco dicas infalíveis para qualquer mulher descobrir se o parceiro é ou não é um gay sem coragem de se revelar. A trama trata do homossexualismo com humor e leveza, satirizando o preconceito, e reflete sobre a diversidade sexual e o respeito.

Em cena, o casal de atores encara o desafio de interpretar vários personagens. Rodrigo Banks adianta um pouco do que o público irá conferir. “Eduardo um metrossexual, ponto inicial da história. E se revela gay. Werner um psiquiatra, bissexual (não assumido), e Pablo uma personagem deliciosa de fazer, dono de um programa de rádio de autoajuda, toda espalhafatosa, gay. O Suspeito, apenas uma figura, um frequentado nato de academia, com seus tiques e sequelas de remédio e drogas em prol de um corpo perfeito, engraçadíssimo de fazer. Maycon, paulistano periférico, frequentador de igreja, gay escondido, com um jeitão ‘maloqueirão’”, conta ele, que está satisfeito com o resultado dos ensaios: “O trabalho de passar por todas essas personagens, com características muito diferentes em um tempo tão curto, é bem desafiador, e muito bom! Posso experimentar vários pontos do meu eu ator dentro de um único trabalho. Estou amando representar cada um deles. Assim como na minha vida, tudo é um desafio, e essa peça não poderia ser diferente. E o resultado está magnífico! “

Rodrigo Banks realizou diversos trabalhos como ator, diretor e produtor de teatro. Em 2015, ele participou de Juliette pela Cia dos Satyros. Em 2016 se integrou ao elenco do Bibi Ferreira. E em sua carreira consta até o momento um portfólio de mais de 20 espetáculos e alguns trabalhos na TV.

Já Paula vive mulheres de universos diferentes, mas que quando lidam com o amor, sofrem e choram da mesma maneira. Ela mesma faz essa avaliação: “Sofia e Catilaine. A primeira, mulher classe-média, alto nível de instrução. A segunda, mulher classe baixa, baixo nível de instrução. Universos muito diferentes, mas que convergem em um ponto comum: o sofrimento causado pela descoberta da sexualidade omitida pelos seus companheiros. Isso prova que, quando o assunto é relação amorosa, não existe diferença entre classe social, cor ou gênero. A decepção e o sofrimento são iguais para todo mundo! É um prazer poder interpretar essas duas mulheres e debater suas questões de uma forma leve e divertida. “

Paula Zaneti traz na bagagem mais de 20 espetáculos teatrais e atuações na TV e no cinema, além de ser dubladora, locutora, produtora, figurinista e cenógrafa.

 

AUTORAS TEXTO ORIGINAL

TICIANA AZEVEDO nasceu no Rio de Janeiro. Jornalista. Trabalhou nas redações dos principais jornais cariocas, como “Jornal do Brasil” e “O Dia“. É autora de “Sushi Leblon” e poeta, tendo participado da coletânea “Reflexos”. Em 1995, ganhou o 1 Prêmio Caros Castello Branco de Reportagem. De 1995 a 1998 foi correspondente do “Jornal do Brasil” em Paris, atuando em diversas áreas do jornalismo. De volta ao Rio, fundou sua empresa de comunicação, a Prima Press, à frente da qual desenha estratégias globais de Comunicação Integrada, desenvolve e aplica Media Trainings e treina comitês de Crise.

CONSUELO DIEGUEZ nasceu em Nova Friburgo, RJ. Durante nove anos trabalhou nas sucursais do “Jornal do Brasil” e de “O Globo”, em Brasília, especializando-se em jornalismo econômico. De volta ao Rio, atuou nas redações do “Jornal do Brasil, O Globo, TV Globo, Veja e Exame”. Foi laureada com o Prêmio Esso de Jornalismo, em 1996, e o CNH/Fiat de melhor reportagem econômica, em 2009. E jornalista da revista Piauí.

 

AUTORA ADAPTAÇÃO TEATRAL

INGRID ZAVAREZZI. Autora e roteirista especializada em teledramaturgia, realities, storytelling e transmídia. É roteirista do programa COMO SERÁ, da TV GLOBO (HOJE É DIA DE, SOBRE AS ASAS, SOBRE RODAS, TOMORROW’S FOOD da BBC). Outros trabalhos: SOUND-À-PORTER – Canal E! – Sobre a música na moda; SECRETO, no Multishow – sobre lugares eróticos. Peça de teatro teenager “TRÊS NA PISTA” (maior plateia jovem da temporada nacional 2015). Autora e roteirista do canal web “QUEM NUNCA? ” com Victor Meyniel. Vencedora do prêmio IATEC/SENAC/TV GLOBO 2015 de melhor roteirista. Autora e roteirista da temporada de 2012/2013 da novela “Malhação”. Autora e roteirista do especial “TAL FILHO TAL PAI” com Fábio Júnior e Fiuk, além da série jovem “BEIJO ME LIGA”, exibida por 5 anos no MULTISHOW.

 

“Adaptar a obra foi um desafio divertidíssimo. É uma peça que traz muito humor e diversão numa sátira aos nossos costumes e comportamentos, aos nossos inconfessáveis medos e preconceitos. No final das contas, amar sempre é a melhor solução, e se organizar direitinho, todo o mundo transa! ”, dispara Ingrid.

 

Serviço:

CUIDADO! SEU PRÍNCIPE PODE SER UMA CINDERELA

 

Versão teatral de INGRID ZAVAREZZI. 

Do livro de TICIANA AZEVEDO E CONSUELO DIEGUEZ

Direção de ROGÉRIO FABIANO

Com PAULA ZANETI E RODRIGO BANKS

Sinopse: a comédia conta a história de Sofia, uma executiva que descobre, após 7 anos de casamento, que seu marido é gay. A peça satiriza o preconceito e reflete sobre a diversidade sexual e o respeito a que todos têm direito.

 

Estreia 1º de maio

Sábado, às 17h30 

Duração: 60 minutos 

Classificação: 14 anos 

Ingresso: R$ 60 

Teatro West Plaza - Av. Francisco Matarazzo, Água Branca, São Paulo - telefone: (11) 3384-8045. 

Sessões on-line com previsão de começar no dia 20 de março, pelo Sympla, a R$ 25. 

Temporada até 29 de maio

 

FICHA TÉCNICA

Versão teatral de INGRID ZAVAREZZI. 

Do livro de TICIANA AZEVEDO E CONSUELO DIEGUEZ

Direção de ROGÉRIO FABIANO

Com PAULA ZANETI E RODRIGO BANKS

Cenário e figurinos: GERARDO FRANCO

Trilha sonora e iluminação: ROGÉRIO FABIANO

Assessoria de Imprensa: VALÉRIA SOUZA

Produção e Realização: Splendore Produções e Eventos