• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
4.png
5.png
7.png
6.png
THI_5597.jpg
THI_5520.jpg
THI_5534.jpg
THI_5599.jpg
THI_5605.jpg
THI_5611.jpg
THI_5618.jpg

Louca Para Amar - Release

Dizem que o amor transforma. No caso de Graça, a transformação é dos pés ao último fio de cabelo: a cada nova paixão surge uma nova personalidade. Com Luciano, ela virou especialista em sexo tântrico; com Vandré, se despiu dos bens materiais; com J. Marcellus, conheceu o misticismo; também virou fumante, judia, ortodoxa, obsessiva por limpeza, nacionalista, boêmia, esportista, às vezes até acumulando mais de uma personalidade.

Em Louca Para Amar, Luiza Tomé dá vida a personagem criada por Cláudia Tajes e mostra os bastidores das paixões arrebatadoras pelos olhos de uma mulher que é uma verdadeira camaleoa. Mas, além de trocar de personalidade como quem troca de roupa, Graça nunca está 100% satisfeita com sua escolha e comete uma gafe atrás da outra na tentativa de conquistar alguém.

Solteiras, casadas, enroladas, todas vão se identificar com as estripulias de Graça - baseadas nas loucuras de todas as mulheres que já se apaixonaram pelo menos uma vez.

LOUCA PARA AMAR é a história de Graça, mulher que abre o coração para o público sobre seus estranhos e tragicômicos relacionamentos. Com quem quer que seja: amores, amigos, família; por conta de sua ansiedade para ser amada, Graça passa a incorporar os desejos, os gostos, as características e os enganos dos outros. Uma jornada para descobrir que a melhor relação que ela precisa ter na vida é com ela mesma.

Diante desta história, vemos neste espetáculo que o empoderamento feminino acontece quando há a conscientização das mulheres em reivindicarem seus direitos, garantindo que possam estar cientes da luta pela total igualdade entre os gêneros em diversos cenários sociais.

 

Atualmente as redes sociais e a pandemia que estamos vivendo deixaram os seres humanos ainda mais solitários e com a necessidade do afeto e da proximidade para a felicidade em suas relações. Se antes já tínhamos as diferenças normais entre as pessoas, hoje a solidão acentuada do confinamento vem colocar em questionamento o motivo de sempre estarmos à procura do amor no outro e em seu relacionamento.

 

Mas por que empoderamento feminino é tão importante? Além de tudo que disse, empoderar é um meio para diminuir desigualdades que ainda existem nos campos da política e da economia no que diz respeito às mulheres, e nos relacionamentos pessoais e amorosos. Em um âmbito geral, o empoderamento feminino contribui para o crescimento econômico, social e político e, sobretudo, do relacionamento amoroso.

 

Nossa meta é informar e abrir os olhos do espectador sobre as mazelas que o amor pode deixar em cada relacionamento findado. Nossas trocas de sentimentos e evolução.  Motivação é o ponto de partida de nossa personagem.  Queremos deixar o público com esperanças em dias melhores e mais completos.

Ficha Técnica:

Texto: Cláudia Tajes

Direção: Rogério Fabiano

Direção de Produção e Produção Executiva: Gerardo Franco

Elenco: Luiza Tomé  e  Miguel Briamonte (Pianista)

Trilha Sonora Original: Miguel Briamonte

Cenário: Guilherme Catofaroni

Figurino: Guilhermre Catofaroni

Iluminação: Cláudio Brandão

Fotos: Flávio França

Web Designer: Encantus Propaganda

Assessoria de Imprensa: Arte Plural (Fernanda Teixeira)

Realização: São Bento Produções e Splendore Produções

Proponente: Primo Produções